21 março

Jardim particular

Comentários

100FBD26-8F0B-44A1-8649-626843343555

 

 

Ahhhh…. os abacates! Depois dos feijões cultivados em algodões molhados da infância, são eles que surgem esplendorosos em nossas memórias. Ou será só na minha? Tenho mania de achar que todo mundo tem as mesmas referências infantis que eu tenho, essa coisa de criança autocentrada que nunca saiu de mim. Talvez Freud explique, ou não… Tanto faz. Mas voltando aos abacates, tenho vivido um caso de amor com eles. 

Confesso que compro para comer, porque adoro a fruta de verdade, mas já pensando se o caroço ali dentro vai render mais uma plantinha para a minha sala. Atualmente são três abacates brotantes. Todos garbosos como os clicados para este post. Sei lá porque alguns brotam, outros não. Se alguém souber e quiser me explicar, estou aceitando de bom grado. 

Tudo isso para dizer que ando bem apaixonada também pela ideia de cultivar plantas na água dentro de casa. Muito mais fáceis de manter do que as plantadas na terra. Já parou para pensar nisso? Atualmente meus projetos de abacateiros têm a companhia de folhagens variadas colhidas no jardim e que vão muito bem na água. Crescem que é uma beleza. Criam raiz em semanas e duram uma vida. 

Claro que precisa trocar a água toda semana, no calor às vezes até duas vezes na semana. Já tenho uma coleção delas na janela da sala. Logo mais posto “nudes” verdes. Por hora, deixo minhas sementes de abacate e uma sugestão apaixonada para deixar a casa mais verde.

 

 

comentários