23 março

Final de temporada

Comentários

Acabou o verão. Acabaram-se os dias fervilhantes, muitos deles escaldantes. Final das manhãs calorentas. Do vento morno na cara. Das voltinhas às oito da manhã pela praça. Eu de Havaianas e vestido vaporoso, o bebê no carrinho, de chapéu vermelho e quase pelado, tomando o solzinho já quente àquela hora do dia. Acabou o sol entrando com tudo pela janela. O suco de frutas gelado antes do primeiro gole de café. A roupa seca em meia hora no varal. Este verão foi diferente para quem vive em São Paulo. Não me lembro de outra temporada tão quente. Ao que parece, eu ainda nem tinha nascido em dias de quentura equivalente segundo o histórico da metereologia.

Tavez por isso eu tenha me jogado de cabeça nas altas temperaturas. Tomei banho de mangueira no quintal em plena segunda-feira, dormi de janela aberta e andei descalça o dia inteiro, vários dias inteiros. Tudo diferente. Como tem sido este ano de 2014 que, dizem, começa astrologicamente apenas agora. Ano de festa nesta casa e de revoluções por minuto. Se o mundo está diferente, por que raios vamos permanecer iguais? Não vamos. E é no embalo do outono e do primeiro dia de friozinho com garoa deste ano quente que começo a mudar meus pensamentos. E a trazer para este blog todas as novidades que descobrir pelo caminho. Quando mudamos o pensamento, mudamos tudo. E lá vamos nós! Arrastar uns móveis de lugar mais uma vez. Trocar a voltagem das lâmpadas para enxergar tudo mais claramente. Testar novos sabores, novas cores, novos formatos. Me aguardem…

comentários