01 agosto

Cores e humores

Comentários

AFD300EA-8E9C-438F-971C-944E60B0664F

“Cores e humores” é o título da palestra que preparei para um tour pelo Brasil com a Suvinil, que começa em setembro. Hoje, dia nublado em SP, com direito a pancadas de chuva no decorrer do período, pensei muito em cor. Fico meio chateada em dias nublados. Acho que, definitivamente, nunca poderia morar em Londres ou outro lugar cinzento qualquer. A cor do dia altera meu humor. E o mesmo acontece com a casa. Já tive momentos em que meu universo particular era multicolorido, uma coisa almodovariana, sabe como? Também já tive meus momentos de escuridão, com paredes profundas, pinceladas com a cor da casca da berinjela. O azul da estante que abre este post já foi cenário de muitos almoços, jantares dançantes e momentos festivos em geral três casas atrás. Já estou na minha sétima casa, uma coisa cigana eu sei… Mas gosto assim. Já faz um par de anos em que me cerco de paredes brancas (novidade pra mim). Mas a cor chama e já começo a elaborar a cartela da próxima temporada. O azul certamente voltará a reinar, e também o pink, o verde bandeira, o dourado… A vida é para ser vivida como um arco-íris. Supreendente, bastante inesperado e sempre arrebatador. Eu acho… tudo isso para dizer que a cor é um dos elementos decorativos mais poderosos que há para alterar nosso estado de espírito, seja nas roupas de que você veste ou nas paredes que o cercam. E que vida é agora. Preferencialmente vivida com um toque extra de bom-humor.

 

EBA711F5-2787-48DE-9F4F-DB0503874CB8

comentários