20 março

Coisa de cinema

Comentários

IMG_1604

Alguns filmes rendem ótimas referências decorativas. Na lista dos diretores que considero mais inspiradores no quesito “casas incríveis”, figuram o chinês Wang Kar Wai, o norte-americano Wes Anderson e o espanhol Pedro Almodóvar. Um pouco de cada um deles já esteve, ou ainda está, na minha casa. Não necessariamente ao mesmo tempo… Depende da fase da vida. Já tive meu momento almodovariano com cada ambiente da casa pintado de uma cor diferente. Investi pesadamente em elaborar os mais variados ambientes inspirados no orientalismo retrô de Wai durante um bom tempo. Depois do Joaquim, Wes Anderson faz mais sentido do que nunca.

IMG_1605

Ontem finalmente consegui assistir La La Land, de Damien Chazelle. Não esperava nada do filme e encontrei um monte de referências inspiradoras. A começar pela profusão de cores primárias, todas juntas e bem misturadas ao longo do filme – tanto nas roupas quando nos cenários. Amo especialmente a parte em que Mia aparece na casa que divide com as amigas. Neste post você confere alguns dos ambientes, mas no filme, com a luz certa e toda a ação envolvida nas cenas, fica ainda melhor.

IMG_1606

O segredo do sucesso, além da aposta em cores vibrantes, é o mix de estampás matador. A cortina com padrão geométrico misturada aos sofás listrados, o papel de parede florido do quarto + o tapete kilim em um tom parecido, mas em outro padrão de estampa, as almofadas vermelhas com estampas sortidas. Tudo, claro, muito pensado para arrebatar nossos olhos e nosso coração desesperado por uma overdose de alegria. Acho que as coleções, os bichos e as cores rebaixadas de Wes Anderson, em breve, ganharão a companhia de estampas exuberantes em casa. Será eu vai ficar bom? Algo me diz: sim, vai com fé! Eu vou.

IMG_1607

, , ,

comentários